Artigos

  Voltar

Cooperativismo Contra a Crise - 2013-10-29 10:24:19.0

Há cidades consideradas sagradas. Todo cristão gostaria de ir a Roma, ver a Capela Cistina, receber a benção do Papa na Praça de São Pedro. Os Muçulmanos devem ir a Meca pelo menos uma vez na vida e tocar a Kaaba, o edifício sagrado do Islã.

Para os cooperativistas há uma cidade bem-aventurada, trata-se de Mondragon situada no País Basco, no Norte da Espanha. Em Mondragon parte significativa de sua economia é organizada em forma de cooperativas que compõem o Grupo Cooperativo Mondragon.

São cooperativas de produção agrícola, industrial, de educação, de comercialização, de credito e de geração de trabalho e renda. São diferenciadas, todas pertencem a quem nelas trabalha, isto é, os trabalhadores, exceto os eventuais, detêm o capital da cooperativa. As decisões ocorrem de forma coletiva o que aumenta o comprometimento. As cooperativas praticam a intercooperação gerando sinergias que fortalecem.

Essa forma de organização, em que os trabalhadores são donos das empresas, fez com que não ocorresse perda de emprego entre eles durante a crise que se arrasta desde 2008 pela economia europeia e especialmente a espanhola. Quando uma das cooperativas não comporta todos os trabalhadores parte deles é transferida, com seu capital, para outra e assim são mantidos os postos de trabalho.

Quatro dirigentes cooperativistas do Distrito Federal se somaram a outros dezesseis de Goiás, Mato grosso e Mato Grosso do Sul e Tocantins a convite da Federação dos Sindicatos das Cooperativas do Centro-Oeste e Tocantins para conhecer a experiência singular e exitosa de Mondragon.

Alem da visita a Mondragon e a cada uma das cooperativas que compõe, o Grupo fez um encontro com a Confederação das Cooperativas Agroalimetares da Espanha, sediada em Madri. Seus dirigentes destacaram sua preocupação com a qualidade dos produtos e com a preocupação social no processo de produção e comercialização e com o meio ambiente.

Visitou-se a seguir a Cooperativa Agroalimentares de Extremadura, no sul da Espanha, onde se pratica agricultura irrigada. A Cooperativa mantém um esmagadora de tomates e produtora de molhos. Viu-se ainda uma criação de ovelhas em confinamento. Em todos os encontros foram discutidas as oportunidades de negócios entre os produtores do Centro-Oeste do Brasil e os da Espanha.

Nestas andanças o grupo pôde visitar várias cidades. Em todas impressionou a conservação dos edifícios, a qualidade dos equipamentos urbanos, a limpeza das vias e o estado impecável das ruas, calçadas sarjetas, praças e outros espaços públicos. 

Eustáquio Ferreira Presidente da Cooservcred



 
SCS Qd.4 Bloco A - Salas 205 e 207 e 218 à 222 Edifício Embaixador Asa Sul – Brasília, CEP 70.300-907, TEL: (61) 3345-3036 FAX: 3245.3121